Última hora

Última hora

"Miral" centra Veneza no conflito israelo-palestiniano

Em leitura:

"Miral" centra Veneza no conflito israelo-palestiniano

Tamanho do texto Aa Aa

Coincidindo com o relançamento do diálogo israelo-palestiniano, o festival de cinema de Veneza destacou esta quinta-feira uma longa metragem centrada no conflito.

“Miral” revisita a história palestiniana, de 1948 à primeira Intifada, através do destino da mulher que dá nome ao filme.

O realizador Julian Schnabel, um judeu norte-americano, diz que “este conflito tem de terminar o mais rápido possível. Cada vez que morre uma criança, seja de que lado for, não há razão. Jean Renoi dizia que ‘o problema com o mundo é que todos têm as suas razões’. Mas seja qual for a razão, neste caso, não é suficientemente boa”.