Última hora

Última hora

Sarrazin pode ser despedido do Bundesbank e do SPD

Em leitura:

Sarrazin pode ser despedido do Bundesbank e do SPD

Tamanho do texto Aa Aa

Thilo Sarrazin, membro do conselho do Bundesbank, está a um passo de ser demitido e também arrisca ser expulso do seu partido.

A decisão surge na sequência das suas polémicas afirmações consideradas racistas, num livro que publicou, onde fala de “um gene judeu” e ataca a comunidade imigrante.

O conselho do Bundesbank informou em comunicado que chegou a um consenso para pedir ao presidente alemão, Christian Wulff, que despeça o polémico membro.

A chanceler alemã já havia afirmado publicamente que gostaria de ver Thilo Sarrazin exonerado.

Sarrazin afirmou já no ano passado que considerava 20% da população da capital alemã como “economicamente dispensável”, numa alusão à vasta comunidade turca residente em Berlim, e, no seu mais recente livro, onde expõe as suas ideias, defende que, se a Alemanha impusesse critérios mais restritivos para a imigração, 90% dos estrangeiros nunca teriam entrado no país.

O ainda membro do Bundesbank arrisca-se também a ser expulso do seu próprio partido, o SPD, que abriu um processo tendo em vista esse objectivo.