Última hora

Última hora

Turquia: 7300 membros do DSP abandonam em vésperas de referendo constitucional

Em leitura:

Turquia: 7300 membros do DSP abandonam em vésperas de referendo constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 7000 membros do partido turco de centro-esquerda DSP, na província de Mus, no leste da Turquia, abandonaram a formação política.

Tudo porque pretendem dizer ‘sim’ no referendo constitucional agendado para o próximo dia 12. Uma posição contrária à que foi assumida pelo Partido da Esquerda Democrática.

“Ao dizer ‘sim’, os nossos 7.300 delegados, vão contribuir para uma Turquia sem uma junta militar onde prevalecem os direitos e se espera futuro melhor,” defende um antigo militante do partido.

A oposição acusa o governo de querer mudar a Constituição para limitar os poderes da justiça e do exército.

Em Maio, o Parlamento turco votou um pacote de emendas para reformar a Constituição.

A maior parte dos deputados votou a favor, mas o resultado final não chegou a uma maioria de dois terços necessária para adoptar a reforma.

O pacote vai ser submetido a referendo na próxima semana.

A votação da reforma constitucional surge na sequência de dezenas de detenções de militares, acusados de terem tentado derrubar o governo, em 2003.