Última hora

Última hora

Baixa afluência às urnas anula referendo constitucional na Moldávia

Em leitura:

Baixa afluência às urnas anula referendo constitucional na Moldávia

Tamanho do texto Aa Aa

O referendo na Moldávia foi invalidado pelo Tribunal Constitucional. Nos termos da lei, a consulta pública só seria válida se tivesse uma afluência de pelo menos um terço dos eleitores, o que não aconteceu.

O referendo pretendia aprovar uma emenda constitucional que alteraria o sistema de eleição do Presidente da República. Passaria do actual sistema de colégio eleitoral, para o sufrágio universal directo. Com este resultado, fica tudo na mesma.

Este desfecho representa uma vitória para o Partido Comunista que, discretamente, vinha apelando à abstenção. Pelo contrário, é uma derrota da coligação liberal e conservadora que está no poder.