Última hora

Última hora

Rei dos Belgas nomeia novos mediadores

Em leitura:

Rei dos Belgas nomeia novos mediadores

Tamanho do texto Aa Aa

Na Bélgica, a crise governamental voltou à estaca zero.

O Rei Alberto II nomeou dois novos mediadores para as negociações para formação de um governo -os presidentes da Assembleia e do Senado.

Isto depois de aceitar a demissão do socialista Elio di Rupo, que tinha sido encarregado de encontrar um acordo entre valões e flamengos para a formação de um governo. É o segundo mediador a demitir-se.

É cada vez mais real a hipótese de novas eleições para poder desfazer este nó. Mais um num país onde as crises para formar governo são comuns, nos últimos tempos.

A dificuldade em formar uma coligação tem a ver com o facto de os partidos vencedores, nas eleições de Junho, serem de famílias diametralmente opostas.

Na região francófona, foram os socialistas a ganhar. Na Flandres, ganhou o partido nacionalista NVA. Os socialistas propuseram algumas concessões, a nível da política linguística, a troco de mais subídios para a cidade de Bruxelas. O NVA não aceitou.