Última hora

Última hora

Greve no metro de Londres

Em leitura:

Greve no metro de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de dez mil trabalhadores começaram esta segunda-feira uma paralisação de 24 horas. Controladores de tráfego e agentes de estação protestam contra a redução de 800 postos de trabalho. A medida faz parte do pacote de austeridade do Governo britânico.

O presidente da Câmara de Londres critica o movimento. Boris Johnson diz que o protesto é “puramente político” e tem o objectivo de fragilizar o governo.

Esta é a primeira de uma série de greves. Os sindicatos apelam a novas paralisações a 3 de Outubro, 2 e 28 de Novembro.

A autoridade dos transportes londrina garante serviços alternativos, como um reforço do transporte fluvial e 100 autocarros extra.