Última hora

Última hora

Oposição bielorrussa contesta versão suicídio de Bebenine

Em leitura:

Oposição bielorrussa contesta versão suicídio de Bebenine

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição bielorrussa rejeita a tese de suicídio do jornalista, Oleg Bebenine, descoberto sexta-feira, enforcado na sua casa de campo perto de Minsk. O jornalista de 36 fundador e dirigente do sítio Carta 97, várias vezes alvo de pressões das autoridades.

“Ele era um verdadeiro profissional. Não devemos deixar cair a sua família, nem o seu filho, sobretudo na altura das eleições presidenciais. É por isso que não podemos confiar na versão da polícia que quer fazer passar isto por um suicídio.”

A Procuradoria da Bielorrússia anunciou que a autópsia confirmou a versão do enforcamento, sublinhando que “além de marcas no pescoço, não há quaisquer outros ferimentos no corpo”.

O sítio Carta 97 foi alvo, em Março, de perseguições, durante as quais a polícia confiscou vários computadores.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa lamenta esta morte e pede transparência.

Recorde-se que os dirigentes da oposição na Bielorrússia – liderada pelo Presidente Alexandre Lukachenko, que consideram o «último tirano da Europa» – pediram ao Conselho de Segurança da ONU uma investigação ao desaparecimento no país de vários políticos e jornalistas.