Última hora

Última hora

Intempéries: mais de um milhão de desalojados no México e na Guatemala

Em leitura:

Intempéries: mais de um milhão de desalojados no México e na Guatemala

Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais que se abateram sobre a América Central inundaram vários estados do Sul e Sudeste do México.

Em Tabasco, onde em Julho e Agosto foi ultrapassado o recorde histórico de precipitação, os rios Samaria e Carrizal galgaram as margens, o que dificultou ainda mais os trabalhos das equipas de socorro.

Outros estados no sul do país como Oaxaca, Guerrero, Chiapas e Veracruz, continuam também a sofrer os efeitos das intempéries, com numerosas localidades inundadas e sem comunicação com o exterior. Até ao momento, em cinco estados, as chuvas já mataram pelo menos sete pessoas e fizeram mais de 900 mil sinistrados, à medida que aumentam os pedidos de ajuda.

No Nordeste mexicano, a tempestade tropical “Hermine” só provocou danos menores à passagem pelo estado de Tamaulipas.

O mesmo não se pode dizer da Guatemala que também sofre com os efeitos das chuvas. Há registo de 45 mortos e 50 mil sinistrados, de acordo com o último balanço oficial. As equipas de resgate interromperam entretanto as buscas pelos corpos que ficaram soterrados num deslizamento de terras durante o fim-de-semana, quando tentavam prestar socorro às vítimas de um outro aluimento que provocou a queda de um autocarro, de uma ravina de cerca de 300 metros.

Os Estados Unidos já prometeram desbloquear uma ajuda de mais de 300 milhões de euros.