Última hora

Última hora

Berlusconi garante que vai continuar a governar

Em leitura:

Berlusconi garante que vai continuar a governar

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi garante que o executivo vai cumprir o mandato até ao fim, apesar da ruptura com o antigo aliado Gianfranco Fini, no fim de Julho.

A Liga do Norte, que mantém a aliança com o Povo da Liberdade de Berlusconi, quer eleições antecipadas.

Por outro lado, os meios italianos garantem que o chefe do governo continua com a intenção de pedir ao presidente da República para exigir a demissão de Fini como presidente da Câmara dos Deputados. O líder do movimento dissidente Futuro e Liberdade, criado com a ruptura, garante que pretende manter-se no cargo “até ao fim da legislatura” que, espera, seja “por mais 3 anos”.

O Parlamento reuniu-se esta quarta-feira pela primeira vez depois do Verão e espera a intervenção de Berlusconi no fim do mês.

O primeiro-ministro poderá pedir um voto de confiança que, curiosamente, deverá contar com o apoio do dissidente Fini.

Um analista explica que deverá assistir-se a “um incentivo ao compromisso, a procurar uma solução em conjunto, porque Fini conseguiu o principal objectivo, que era separar-se da liderança de Berlusconi”.

O principal problema para Berlusconi pode, assim, vir da aliada Liga do Norte, que ameaça com a rejeição da confiança no governo para tentar forçar eleições antecipadas.