Última hora

Última hora

Currin: "Estamos mais perto de um processo de paz no País Basco"

Em leitura:

Currin: "Estamos mais perto de um processo de paz no País Basco"

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de meio século depois de ter sido criada, a
ETA anuncia uma nova trégua.

A Euronews falou com Brian Currin, mediador e assessor do Batasuna para o processo de paz no País Basco que também esteve envolvido na resolução dos conflitos da Irlanda do Norte e da
África do Sul.

Euronews: “Considera que estamos mais perto do processo de paz no País Basco?”

BC: “Acredito que dadas as circunstâncias estamos mais perto de um processo de paz sustentável no País Basco. O ponto crucial, a meu ver, prende-se com a legalização do Batasuna. Se a ETA puser um ponto final na luta armada não haverá nenhuma organização terrorista para condenar. E, se esse for o caso, não há necessidade do Batasuna condenar a violência” afirma Currin.

O Batasuna está proibido de desenvolver qualquer actividade política em Espanha.

O movimento considerado o braço político da ETA já saudou o anunciou de cessar-fogo da organização separatista. O Governo espanhol diz que é insuficiente e ambíguo.

Ao longo da história, a ETA anunciou uma dezena de tréguas que acabaram por ser violadas.