Última hora

Última hora

Fidel Castro admite que modelo cubano já não funciona

Em leitura:

Fidel Castro admite que modelo cubano já não funciona

Tamanho do texto Aa Aa

Fidel Castro admite que o modelo económico de Cuba já não funciona. Para os analistas, o antigo líder histórico cubano reconhece assim que o Estado tem um papel demasiado grande na vida económica do seu país.

As declarações foram publicadas na revista norte-americana “The Atlantic” esta quarta-feira. Questionado sobre se o modelo cubano pode ser exportado para o estrangeiro, Fidel respondeu que “o modelo já não funciona nem para Cuba”. Palavras que podem traduzir a aprovação das reformas lançadas pelo irmão, Raul Castro, para estimular a economia.

Além disso, criticou o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, por continuar a negar o holocausto e
voltou a sublinhar que as sanções dos Estados Unidos e de Israel não vão dissuadir o Irão das suas ambições nucleares.

Um tema que tem repetido desde que voltou a aparecer em público, após quatro anos afastado devido a graves problemas de saúde.

Aos 84 anos, Castro afirma ainda que hoje não teria agido da mesma maneira na crise dos mísseis de Cuba e que não teria recomendado aos soviéticos de bombardearem os Estados Unidos.