Última hora

Última hora

Violência no Chile 37 anos depois de Allende

Em leitura:

Violência no Chile 37 anos depois de Allende

Tamanho do texto Aa Aa

No Chile, 37 anos depois do golpe de estado que depôs Salvador Allende, a violência tomou conta das ruas da capital. Cerca de 100 manifestantes e a polícia antimotim envolveram-se em confrontos.

O dia começou com uma manifestação pacífica. Milhares de pessoas juntaram-se nas ruas de Santiago e marcharam até ao memorial às vítimas do 11 de Setembro de 1973, no cemitério da cidade.

No final da cerimónia cerca de 50 homens encapuzados atiraram pedras e outros objectos aos participantes. Nas ruas da capital destruíram veículos, atacaram repórteres de imagem, postos de gasolina. A polícia deteve mais de 20 pessoas.

Os incidentes ocorrem no dia em que um documento oficial do exército do país admite, pela primeira vez, que o filho do ditador Augusto Pinochet, foi agente da polícia secreta.