Última hora

Última hora

Polícia reprime manifestação da oposição em Moscovo

Em leitura:

Polícia reprime manifestação da oposição em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia volta a responder com violência a uma manifestação da oposição em Moscovo, proibida pelas autoridades.

Cerca de trinta pessoas foram detidas, este domingo, durante um protesto frente à Câmara Municipal da capital russa.

Os manifestantes reivindicavam o direito a manifestar-se, previsto no artigo 31o da constituição russa, ostentado cartazes com palavras de ordem contra o primeiro-ministro Vladimir Putin.

Os militantes de organizações da oposição e de movimentos de esquerda prosseguem assim a vaga de protestos, baptizada de “dia da ira” para exigir o respeito pela democracia no país.

Entre os detidos encontram-se os líderes do partido Frente de Esquerda e do movimento cívico plataforma 31.

A repressão dos protestos ocorre no mesmo dia em que o presidente Dmitry Medvedev garantiu, durante um fórum internacional no Nordeste do país, que a Rússia é verdadeiramente democrática.