Última hora

Última hora

Alemanha debate orçamento de Estado

Em leitura:

Alemanha debate orçamento de Estado

Tamanho do texto Aa Aa

Com a austeridade como pano de fundo, o Parlamento alemão começou a debater o Orçamento de Estado para 2011. O Governo reivindicou os êxitos alcançados na luta contra a crise económica. A oposição criticou os cortes sociais.

“Aqueles que causaram a crise e que tiram partido dela, devem pagá-la. Não os beneficiários da Segurança Social, não as pessoas com rendimentos baixos, não os trabalhadores”, defendeu Gregor Gysi do partido Die Linke.

A chanceler alemã contra-atacou, comparando os apoios sociais de agora com os de há quatro anos. “Em 2006, quando havia quase cinco milhões de desempregados, tínhamos menos ajuda financeira disponível do que temos agora, quando temos pouco mais de três milhões de desempregados. E tínhamos menos do que vamos ter no próximo ano, quando haverá menos de três milhões de desempregados. Quem nos acusa de cortes sociais massivos, mente”, afirmou Merkel.

Nas Portas de Brandeburgo, o grupo “Steuer gegen Armut” (Impostos contra a Pobreza) vestiu-se de Robin dos Bosques para indicar ao Governo as prioridades: clima, social e desenvolvimento.