Última hora

Última hora

Negociações de paz israelo-palestinianas continuam em Jerusalém

Em leitura:

Negociações de paz israelo-palestinianas continuam em Jerusalém

Tamanho do texto Aa Aa

Marcadas por apertos de mão em tom conciliatório, as negociações de paz entre israelitas e palestinianos são retomadas esta quarta-feira, num encontro em Jerusalém.

O diálogo ameaça estender-se indefinidamente, pelo menos enquanto não houver cedências de nenhum dos lados.

O enviado norte-americano ao Médio Oriente entende que o cenário de uma solução, dentro de um ano, começa a ganhar consistência.

“Defendemos uma solução de dois estados, que inclua o estado democrático de Israel a conviver lado a lado, em paz e segurança, com um estado soberano, independente e contíguo da Palestina”, diz George Mitchell.

Os planos de intenções mantêm-se e nenhum dos lados deu para já o primeiro passo. As conversações de ontem, numa estância balnear no Egipto, foram dominadas por uma “atitude de seriedade e boa fé de ambos e lados”.

As negociações de paz em Sharm el-Sheikh terminaram com a promessa de continuar o diálogo, mesmo que cada parte mantenha as exigências.

O tempo vai ditar a sentença destas conversações, numa altura em que se aproxima o fim do mês, quando expira a moratória que congelou parcialmente a construção de colonatos judaicos.

Esta questão continua a ensombrar o progresso do diálogo.

O primeiro-ministro israelita disse que alguns projectos previstos para a Cisjordânia podem não avançar, mas reafirmou a intenção de não renovar a moratória, expira no próximo dia 26.

Uma posição que os palestinianos vêem como uma sentença de morte para as negociações.