Última hora

Última hora

México: Chuva e medo de violência marcam festa da independência

Em leitura:

México: Chuva e medo de violência marcam festa da independência

Tamanho do texto Aa Aa

Sob um forte dispositivo de segurança
e um estado de emergência decretado pelas chuvas devido à tempestade Karl, o México comemora 200 de independência.
 
A avenida da Reforma, na capital Cidade do México, encheu-se de desfiles, para assinalar o ano de 1821, quando o país lançou o grito de independência para se libertar do jugo de Espanha. 
 
Um cenário festivo que não permite contudo esquecer a corrupção e a guerrilha entre os cartéis de droga que já matou centenas de pessoas.
 
Algumas cidades e aldeias foram mesmo obrigadas a cancelar as festividades por receio de novos focos de violência. 
O custo das festividades está estimado em 180 milhões de euros.
 
Oito em cada dez mexicanos consideram a despesa excessiva, de acordo com uma pesquisa feita por um jornal.
 
Onze mil policiais foram deslocados para o centro da capital onde decorreu grande parte das comemorações.