Última hora

Última hora

Segurança, o grande desafio das eleições afegãs

Em leitura:

Segurança, o grande desafio das eleições afegãs

Tamanho do texto Aa Aa

A campanha para as eleições parlamentares no Afeganistão encerrou e as autoridades afirmam estarem prontas para garantir a segurança no processo eleitoral.

O governo mobilizou 140 mil soldados, 100 mil polícias e milhares de espiões, todos eles com o apoio dos 150 mil militares da Nato presentes no país.

Este residente de Cabul diz confiar nos responsáveis e acredita que estão prontos para votar e escolher os políticos mais honestos.

Outro residente afirma que estão perante uma oportunidade única, em tantos anos, para eleger os representantes que irão tirar o país da crítica situação em que se encontra.

O escrutínio está fortemente ameaçado pela violência dos rebeldes talibã que ameaçam boicotar a ida às urnas onde puderem.

Sábado 12,5 milhões de afegãos estão aptos a votar, um número mais realista que os 17 milhões registados nas presidenciais.

Ao todo, 2.556 candidatos estão na corrida para apenas 249 cadeiras da Câmara baixa, número que obriga cada um deles a estratégias de comunicação criativas, como por exemplo tentar cativar a atenção dos eleitores através de jogos desportivos ou distribuição de presentes.