Última hora

Última hora

Líder de partido paquistanês assassinado em Londres

Em leitura:

Líder de partido paquistanês assassinado em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

O líder de um dos maiores partidos paquistaneses foi assassinado esta madrugada em Londres.

Imran Farooq, um dos responsáveis da formação laica MQM (Movimento Muttahida Qaumi), foi encontrado morto com ferimentos de arma branca numa casa em Edgware, a Norte de Londres.

A polícia britânica está a investigar as circunstâncias do crime que poderá ter motivações políticas.

Farooq tinha-se refugiado em Londres há 11 anos, depois de ter sido acusado de estar implicado em actividades terroristas no Paquistão.

Um dos líderes do MQM, confirma que a formação tinha recebido algumas ameaças que não tinham sido levadas a sério. “Tudo aponta para que a morte Farooq se trate de um assassínio político, uma vez que não há sinais de que se trate de um simples assalto”.

Em Karachi, um dos bastiões da formação, presente na coligação do governo paquistanês, as autoridades declararam 10 dias de luto.

Um líder do MQM tinha sido morto no mês passado em Karachi, durante um ataque a um funeral que provocou mais de 100 vítimas mortais. As autoridades locais atribuíram a acção a grupos próximos dos Talibã paquistaneses.

O partido que se apresenta como liberal e laico, representa os refugiados muçulmanos indianos que escaparam do país depois da cisão entre a Índia e o Paquistão em 1947.