Última hora

Última hora

Rio de Janeiro acolhe Campeonato do Mundo de Futebol de Rua

Em leitura:

Rio de Janeiro acolhe Campeonato do Mundo de Futebol de Rua

Tamanho do texto Aa Aa

No Rio de Janeiro não há vuvuzelas, mas sim samba para marcar o arranque do Campeonato do Mundo de Futebol de Rua. A Praia de Copacabana recebe até dia 26 de Setembro sem-abrigo de todo o mundo ávidos de mostrar os seus dotes futebolísticos.

No total estarão representadas 43 equipas na competição masculina e 12 na feminina, numa prova que já vai na sua oitava edição e onde a integração social é a maior vitória

Um jogador sul-africano diz ter demorado “três anos para atingir o nível em que me encontro neste momento. Vim para representar o meu país, já o tinha tentado várias vezes, mas acabava por perder o meu caminho. Isto foi o melhor que fiz. Seguir em frente é a minha missão e penso que chegou a minha vez.”
“A vida no nosso país é muito difícil. Não temos direitos. Esperamos um dia mudar essa situação”, explica um atleta palestiniano.

Portugal também estará presente no Rio de Janeiro com uma equipa liderada por Carlos Codinha e que conta com oito jogadores entre os dezassete e os vinte e quatro anos, escolhidos após a realização de um campeonato nacional.

O grande objectivo é vencer fora de campo, sem deixar de lutar para melhorar o segundo lugar alcançado o ano passado em Milão.

Mel Young, presidente da organização do Mundial, diz que “o futebol é usado como um apoio. As nossas pesquisas indicam que entre 70% e 80% dos jogadores em cada ano mudam de estilo de vida. Arranjam emprego, casa, tornam-se treinadores de futebol e alguns até futebolistas profissionais. O impacto é grande e é isso que queremos, usar o futebol para fazer passar a mensagem. O futebol é um meio muito poderoso para promover uma mudança.”

O Campeonato do Mundo de Futebol de Rua teve a primeira edição em 2003 na Áustria e em 2012 terá lugar em França. A Ucrânia é a actual detentora do título.