Última hora

Última hora

Al-Qaeda declara guerra à França

Em leitura:

Al-Qaeda declara guerra à França

Tamanho do texto Aa Aa

A empresa francesa decidiu proteger os seus trabalhadores na Nigéria e obrigou-os a deixar o país depois da Al Qaeda ter reivindicado o rapto de sete trabalhadores.

O sequestro de cinco franceses e de um cidadão de Madagáscar e outro do Togo, é visto como uma declaração de guerra dos islamistas radicais contra a França.

O grupo viajava a caminho do Mali, que faz fronteira a oeste com a Nigéria quando foi raptado por homens armados.

Paris enviou um grupo de militares para colaborarem com as autoridades nigerianas e encontrarem os trabalhadores.

O grupo francês Areva está instalado em território nigeriano há 40 anos e, em 2009, reforçou a posição no país, ao assinar um acordo que fará do país a segunda potência mundial de urânio.