Última hora

Última hora

Franceses voltam a mobilizar-se contra reforma do sistema de pensões

Em leitura:

Franceses voltam a mobilizar-se contra reforma do sistema de pensões

Tamanho do texto Aa Aa

Os franceses voltam a mobilizar-se contra a reforma do sistema de pensões.

A greve desta quinta-feira deverá afectar a circulação rodoviária, ferroviária e aérea.

Apenas metade das carruagens de metro e de comboio deverá circular nas próximas 24 horas.

Com a reforma do governo de Sarkozy aprovada pelo parlamento na semana passada, a idade da reforma passa dos 60 para os 62 anos.

A idade legal para beneficiar da pensão completa passa de 65 para 67 anos, uma mudança que penaliza fortemente as mulheres.

Stéphane Rozès afirma que a estratégia do governo foi mostrar-se “inflexível para tentar convencer as pessoas de que não valia a pena mobilizar-se” e para que “os manifestantes não pensassem que havia margem de manobra”.

O protesto de 7 de Setembro juntou dois milhões e meio de pessoas, segundo os sindicatos, um milhão, segundo a polícia.

Jean Claude Mailly, líder da “Force Ouvrière”, diz que perante “a inflexibilidade do governo” é preciso voltar à rua.

No total estão previstas em todo o país 231 manifestações.