Última hora

Última hora

FARC querem paz sem rendição

Em leitura:

FARC querem paz sem rendição

Tamanho do texto Aa Aa

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) querem dar uma “oportunidade à paz”, mas não estão dispostas a “render-se”.

Esta foi a primeira reacção da guerrilha colombiana à morte do seu chefe militar e figura chave da organização, Mono Jojoy.

Jojoy foi morto ontem durante um raide do exército colombiano na serra de La Macarena, no sul do país, onde se situa a mais importante base das FARC.

A morte deste lider militar é considerado o mais duro golpe aplicado à mais antiga guerrilha da América do Sul, com quase meio século de existência.

A operação foi levada a cabo pela força Ómega, criada há sete anos pelo ex-presidente Álvaro Uribe e que integra militares do exército, da marinha e da força aérea.

Segundo fontes militares, cerca de 700 guerrilheiros das FARC aproveitaram o ataque militar para se pôr em fuga.