Última hora

Última hora

Israel poderá prolongar moratória à construção de colonatos

Em leitura:

Israel poderá prolongar moratória à construção de colonatos

Tamanho do texto Aa Aa

Israel está pronta para chegar a um “compromisso aceitável” para prolongar a moratória ao congelamento da construção de colonatos judaicos na Cisjordânia, que termina este domingo.

A informação é avançada por um responsável do governo israelita e aparentemente deita por terra os receios do fim do diálogo com os palestinianos, apesar das vozes de descontentamento: “O verdadeiro sentido da moratória é o congelamento da vida das pessoas”, diz Ron Nachman, autarca de um dos colonatos judaicos na Cisjordânia.

Os colonatos fizeram parte da estratégia de vários governantes israelitas nas últimas décadas, como revela Akiva Eldar, colunista do jornal israelita “Haaretz”: “Enquanto ministro da Agricultura, em 1977, e como presidente do Comitée dos colonatos, Ariel Sharon tinha uma visão de criar factos irreversíveis no terreno. Durante uma conversa, quando me levou aos terrenos para me mostrar o espaço, disse-me que a ideia era distribuir colonatos e estradas, para assegurar que no futuro ninguém podia desenhar sequer uma linha”.

Os colonatos são uma herança da Guerra dos Seis Dias, em 1967.

Israel construiu na Cisjordânia cem colonatos, onde vivem actualmente cerca de 300 mil israelitas.