Última hora

Última hora

Novos protestos agendados em França

Em leitura:

Novos protestos agendados em França

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois de um mar de gente ter protestado nas ruas de França contra o plano governamental de reforma do sistema de pensões, os sindicatos decidiram organizar duas novas manifestações para, dizem, “confortar a mobilização e permitir a adesão de mais pessoas”.

O secretário-geral da CGT francesa deixou um alerta. “A resposta do governo, que se posiciona contra toda a realidade, ou seja, a negação do que se passou ontem, vai voltar como um boomerang. Faço esse prognóstico”, referiu Bernard Thibault.

O primeiro-ministro François Fillon afasta a hipótese de qualquer cedência. Em protesto esta quinta-feira estiveram três milhões de pessoas, segundo os sindicatos ou um milhão, de acordo com o governo.

Os novos protestos estão marcados para os dias 2 e 12 de Outubro.