Última hora

Última hora

Irmandade Miliband reconcilia Labour

Em leitura:

Irmandade Miliband reconcilia Labour

Tamanho do texto Aa Aa

É um regresso às origens para o partido trabalhista, que fecha o capítulo da “terceira via” e do “New Labour” de Tony Blair.

Com a eleição de Ed Miliband, a formação opta por fazer uma oposição mais à esquerda, em resposta às medidas de austeridade anunciadas pelo actual governo de coligação.

“É uma vitória fantástica e justa para o nosso partido e para o nosso país porque o Ed vai reaproximar o partido das pessoas comuns, muitas das quais nos tinham abandonado”.

“Para mim, o Ed é, antes de mais, uma pessoa íntegra e coerente nos seus valores. Alguns consideram-no um ‘vermelho’, mas eu não estou de acordo. Eu conheci o partido nos anos 70 e posso garantir que éramos bem mais ‘vermelhos’ do que hoje”.

“A minha cabeça dizia para votar David, o coração, para votar Ed. Eles fazem um duo perfeito. Eu tive a oportunidade de conhecê-los no passado e acho que juntos vão ser imbatíveis”.

Apesar da derrota de David, os dois Miliband deverão trabalhar juntos. Uma lição de fraternidade para um partido até hoje minado pelas divisões entre as facções de Blair e Brown.