Última hora

Última hora

Máfia: 40 mil quebram "lei do silêncio" na Calábria

Em leitura:

Máfia: 40 mil quebram "lei do silêncio" na Calábria

Tamanho do texto Aa Aa

É a maior manifestação de sempre, em Itália, contra a n’drangheta, a máfia calabresa.

Mais de 40 mil pessoas, de todos os sectores da sociedade, desfilaram ontem em Reggio Calabria para condenar o atentado falhado do mês passado contra o procurador-geral da cidade.

Um protesto inédito, organizado por um quotidiano local para quebrar a “lei do silêncio”.

“Esperamos que o nosso gesto sirva de exemplo para todos aqueles que não tinham até hoje coragem de denunciar os crimes da máfia”.

“Estamos aqui para defender o estado de direito como condição essencial para o desenvolvimento, o trabalho e a dignidade da nossa população”.

Composta por clãs familiares e com ramificações no mundo inteiro, a n’drangheta é considerada a maior organização criminosa em Itália.

Um estado dentro do Estado. As actividades ilegais da máfia calabresa geram anualmente mais de 44 mil milhões de euros, o equivalente a 3% do PIB italiano.