Última hora

Última hora

Fim da moratória não muda posições de israelitas e palestinianos

Em leitura:

Fim da moratória não muda posições de israelitas e palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

As negociações de paz israelo-palestinianas iniciadas há um mês estão seriamente ameaçadas, depois de ter chegado ao fim a moratória sobre a construção nos territórios ocupados da Cisjordânia.

Terminado o prazo, à meia-noite, Telavive apelou em comunicado ao presidente da Autoridade Palestiniana para manter o diálogo.

Mas Mahmud Abbas continua a reclamar a suspensão dos colonatos. Ontem, em Paris, o líder palestiniano sublinhou que “só há uma escolha: os colonatos ou a paz. Se Israel escolher a paz, o diálogo continuará. Senão, será tempo e oportunidades perdidas”.

Washington voltou a pedir a Israel que mantenha o congelamento dos colonatos. A secretária de Estado Hillary Clinton telefonou ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu numa nova tentativa de evitar o fracasso das negociações e anunciou um encontro para os próximos dias.

Sem mesmo esperar o fim da moratória, militantes da colonização relançavam ontem simbolicamente a construção em Revava, na Cisjordânia.

Para estes colonos, pode avançar imediatamente a edificação das mais de mil e quinhentas casas suspendida há dez meses para tentar relançar o diálogo israelo-palestiniano.