Última hora

Última hora

Fim da moratória espera resposta palestiniana

Em leitura:

Fim da moratória espera resposta palestiniana

Tamanho do texto Aa Aa

Com a retoma das construções em vários colonatos da Cisjordânia, todas as atenções estão postas na resposta palestiniana.

O fim da moratória de dez meses ameaça as negociações de paz relançadas há apenas um mês.

O chefe da diplomacia israelita exprimiu dúvidas sobre a disposição dos palestinianos para obter um acordo, defendendo a continuação do diálogo sem pré-condições.

Avigdor Lieberman considera que “o facto [dos palestinianos] terem participado no diálogo durante as últimas semanas, não se tratou de um gesto de boas intenções para conseguir um acordo, mas sim de uma imposição dos Estados Unidos”.

Após um encontro em Paris com Nicolas Sarkozy, o presidente da Autoridade Palestiniana afirmou que o futuro das negociações será decidido após o encontro da Liga Árabe, a 4 de Outubro.

Mahmud Abbas sublinhou que “não haverá nenhuma reacção rápida. É preciso estudar em profundidade os resultados e consequências, com os líderes palestinianos e com os países árabes”.

Os Estados Unidos e a União Europeia lamentaram o fim da moratória. Washington saudou no entanto a “contenção” de Abbas e anunciou o envio esta semana do seu emissário para o Médio Oriente num esforço para manter o diálogo.