Última hora

Última hora

Alemanha julga ex-membro das RAF

Em leitura:

Alemanha julga ex-membro das RAF

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha começou a julgar, esta quinta-feira, uma ex-membro da Fracção do Exército Vermelho. Aos 58 anos, Verena Becker é acusada de ter desempenhado um “papel fundamental” no assassinato do ex-procurador federal Siegfried Buback, em 1977.

Criada em 1970, a Fracção do Exército Vermelho – também conhecida por RAF – semeou o terror na Alemanha, durante as duas décadas nas quais provocou a morte de 34 pessoas.

Michael Buback, o filho do procurador assassinado espera uma única coisa deste processo: “Esperamos a verdade. Queremos apenas saber a verdade. A verdade sobre este crime do qual o meu pai e os seus acompanhantes foram vítimas. Para a justiça, esta verdade talvez não esteja muito nítida, mas nós temos uma ideia muito clara do que se passou.”

Em Abril de 1977, Siegfried Buback, o motorista e o guarda-costas foram mortos a tiro, por um comando numa mota. Vários membros das RAF foram condenados por envolvimento neste crime, mas continua sem se saber quem pressionou o gatilho.

Verena Becker é agora julgada por ter desempenhado um “papel determinante” e ter contribuído “activamente” na decisão e na preparação do assassinato.

A decisão do tribunal é aguardada em Dezembro.