Última hora

Última hora

Tony Curtis: ponto final numa lenda de Hollywood

Em leitura:

Tony Curtis: ponto final numa lenda de Hollywood

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Tony Curtis, um dos actores mais emblemáticos de Hollywood. Tinha 85 anos de idade.
 
O sorriso e o olhar inconfundíveis fizeram as delícias de várias gerações de apreciadores da Sétima Arte.
 
Para este nova-iorquino de origem húngara, o sucesso começou no início dos anos 50. Ao longo da sua carreira Curtis contracenou com muitas figuras de destaque. Entre elas contou-se Marilyn Monroe em “Some Like It Hot”, uma comédia clássica de 1959 realizada por Billy Wilder.
 
Em 1953, ao desempenhar o papel principal em “Houdini” conheceu a sua primeira mulher, Janet Leigh.
 
“Spartacus”, em 1960, foi outro ponto alto da sua carreira que incluiu mais de 140 filmes e séries de televisão.
 
A sua nomeação para um Óscar teve lugar em 1959 com o filme “The Defiant Ones”, filme em que contracena com Sidney Poitier desempenhando o papel de um prisioneiro racista.
 
Depois de se aposentar do grande ecrã aos 80 anos, Curtis dedicou-se à pintura e também aí foi um sucesso.