Última hora

Última hora

Justiça russa quer clarificar morte de jornalistas

Em leitura:

Justiça russa quer clarificar morte de jornalistas

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia intensificou os esforços para clarificar os assassinatos de 19 jornalistas nos últimos anos, anunciou esta quinta-feira o Comité Local de Protecção de Jornalistas.

O grupo declarou que a Procuradoria-Geral vai reabrir as investigações num pais que classifica de um dos mais perigosos para os repórteres. Entre as investigações reabertas está o assassinato da repórter critica do Kremlin, Anna Politkovskaya, em 2006.

Um responsável do comité diz que o Vice-Procurador-Geral lhe deu a palavra de que se vai deslocar pessoalmente a um país europeu para pedir a detenção e extradição de um suspeito no caso Politkovskaya.

A Procuradoria-Geral confirmou que reabriram cinco investigações e que sabem onde se encontra o assassino de Natalia Estemirova, militante da ONG memorial, crítica do líder da sua Chechénia natal, Ramzan Kadyrov.