Última hora

Última hora

Paquistão: incendiados 27 camiões com abastecimento para NATO

Em leitura:

Paquistão: incendiados 27 camiões com abastecimento para NATO

Tamanho do texto Aa Aa

No sul do Paquistão, um grupo de homens armados atacou e incendiou 27 camiões que transportavam reabastecimento, combustível e equipamentos destinados à força da NATO estacionada no Afeganistão.

De acordo com os responsáveis da administração local não há registo de mortos.

Episódios deste tipo são frequentes, principalmente em Karachi, no sul, mas também nas zonas tribais do noroeste, um bastião dos talibãs paquistaneses ligados à Al-Qaida.

O incidente acontece depois de três soldados paquistaneses terem morrido num ataque realizado por helicópteros da NATO, esta quinta-feira.

“O Governo devia cancelar estes abastecimentos. Devia parar dois, três meses para que as forças da NATO sintam pressão e acabem com o massacre de muçulmanos”, diz Fazal Khan, condutor ao serviço da NATO.

O Governo paquistanês já proibiu a NATO de utilizar a fronteira de Torkham, na região de Khyber, que é vital para o abastecimento da Força Internacional de Assistência de Segurança no país vizinho e por onde passam diariamente cerca de 250 veículos pesados.

Esta sexta-feira, verificava-se já um engarrafamento de vários camiões no local.