Última hora

Última hora

Cimeira Europa-Ásia: O encontro de gigantes em Bruxelas

Em leitura:

Cimeira Europa-Ásia: O encontro de gigantes em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro dos três dias da oitava cimeira Europa-Ásia, em Bruxelas. Um encontro centrado no comércio, segurança monetária e clima, mas o diferendo entre China e Japão ameaça roubar o protagonismo.

A cimeira servirá também de palco a vários encontros bilaterais, como por exemplo, entre o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e o primeiro-ministro vietnamita, Nguyen Tan Dung, que permitiu anunciar para breve a abertura de negociações para um acordo de livre comércio.

Encontro também esta manhã entre os chefes do governo australiano e japonês. Julia Gillard é a primeira líder australiana a participar na cimeira Europa-ASEM, um encontro de gigantes.

No total, a cimeira junta 46 países europeus e asiáticos, que correspondem a metade da riqueza mundial e a 60% quer da população quer do comércio global.

Os europeus esperam reforçar o peso na Ásia-Pacífico. A assinatura nesta cimeira de um primeiro acordo de livre comércio com o Sudeste asiático é um exemplo que a UE espera repetir. No total, o acordo com a Coreia do Sul permitirá à Europa aumentar o seu comércio em 19 mil milhões de euros.