Última hora

Em leitura:

Comércio é o grande tema da cimeira Europa-Ásia


A redação de Bruxelas

Comércio é o grande tema da cimeira Europa-Ásia

A Europa e a Ásia juntas em Bruxelas para discutir, sobretudo, questões comerciais. Os analistas não esperam grandes avanços deste encontro de dois gigantes, mas ninguém esquece a importância dos dois dias da oitava cimeira Europa-ASEM. Na quarta-feira, a Europa centra-se nas discussões com a China e a Coreia do Sul.

Em Bruxelas estão presentes 46 países europeus e asiáticos, que representam metade do PIB mundial e 60% quer da população quer do comércio global.

A China, por intermédio do primeiro-ministro Wen Jiabao, deverá concentrar as atenções, a começar pelos debates sobre as taxas de câmbio. Pequim é acusada pelos europeus de “dumping” cambial” para fomentar as exportações. O governo chinês contra-ataca, denunciando o proteccionismo europeu.

Na mesa estará também a representatividade das economias emergentes no Fundo Monetário Internacional. A Europa está a ser pressionada para abdicar de alguns lugares. A presidência belga da União mostrou-se até agora pronta a abandonar dois.

Devido à presença de vários chefes de Estado e de governo, a segurança em Bruxelas é draconiana. A isto juntam-se os receios ligados ao alerta terrorista, lançado pelas autoridades americanas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Paris alvo de procedimento de infracção de Bruxelas mas não por discriminação