Última hora

Última hora

Nova greve no metro de Londres

Em leitura:

Nova greve no metro de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Os funcionários do metro de Londres voltaram hoje a paralisar a circulação na capital britânica.

É a segunda greve no espaço de um mês. Cerca de dez mil trabalhadores terão aderido ao protesto.

Na mira das críticas está supressão de postos de trabalho numa das redes de metro mais antigas do mundo que transporta mil milhões de pessoas por ano.

A administração do metro de Londres quer acabar com os vendedores de bilhetes e alega que a maioria dos passageiros compra os títulos de transporte nas máquinas ou na Internet.

O presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, critica a greve e diz que 3 mil pessoas não podem “parar a cidade”, numa referência ao número de membros do sindicato que aprovaram a greve.

O governo britânico lançou um vasto plano de cortes da despesa para diminuir o défice público.

Os funcionários do metro planeiam mais duas greves, no dias 2 e 28 de Novembro.