Última hora

Última hora

Suspenso julgamento de Geert Wilders

Em leitura:

Suspenso julgamento de Geert Wilders

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento de Geert Wilders foi suspenso até amanhã. O deputado holandês da extrema-direita pediu a substituição do juiz.

Wilders usou da palvra durante dois minutos para invocar a liberdade de expressão, depois remeteu-se ao silêncio:

“Gostaria de invocar o meu direito a ficar em silêncio. Disse o que tinha a dizer e não retiro nem uma palavra”, afirmou

Face à obstinação do deputado em não responder às questões do tribunal o juiz tê-lo-à acusado de estar sempre pronto a emitir opiniões, mas a recusar o diálogo.

Depois destas palavras, a defesa considera que não estão reunidas as condições para um julgamento justo.

Uma câmara independente do tribunal deverá agora decidir se Jean Moors poderá continuar a presidir ao colectivo de juizes.

Um porta-voz da procuradoria afirma que de qualquer forma na Holanda é proíbido ofender grupos de pessoas e incitar à discriminação.

Geert Wilders é acusado de incitação ao ódio racial e discriminação contra os muçulmanos. No filme Fitna, divulgado em 2008 na internet assumia como missão pessoal a luta contra a islamização da Holanda.

O julgamento surge num momento em que Wilders, acaba de viabilizar com o apoio do seu Partido para a Liberdade a coligação governamental entre liberais e democratas-cristãos.