Última hora

Última hora

França e Dinamarca especialmente na mira da Al Qaeda

Em leitura:

França e Dinamarca especialmente na mira da Al Qaeda

Tamanho do texto Aa Aa

A França e a Dinamarca serão neste momento os países mais ameaçados pela rede terrorista de Oussama Ben Laden.

O coordenador europeu contra o terrorismo, Gilles de Kerchove, lembra que estamos perante uma forma de a Al Qaeda reclamar protagonismo e beneficiar da sua imagem, numa altura em que aumenta a pressão das forças da coligação no Afeganistão.

“O que nos preocupa imenso é o movimento de jihadistas que vem da Europa ou dos Estados Unidos, de pessoas que já se encontram entre nós ou que têm o passaporte de um dos Estados membros que podem facilmente passar pelos controles e serviços de polícia e serviços de informação”, sublinha Gilles de Kerchove.

É a mais séria ameaça da Al-Qaeda ao Ocidente nos últimos anos, dizem os serviços secretos americanos e europeus.

O responsável pelo organismo europeu de combate ao terrorismo lembra que a cooperação funciona muito bem mas é agora preciso pensar noutras formas de combate porque a ameaça transforma-se e difunde-se, é mais complexa e por isso é preciso afinar as técnicas e as informações.

“Estabelecemos um acordo com as autoridades norte-americanas sobre um sistema de acompanhamento das transacções financeiras e levantámos agora a questão de saber se a Europa deve ou não dotar-se de um sistema de recolha de dados sobre todos os passageiros”.

As autoridades norte-americanas acreditam que a al Qaeda estará a preparar atentados contra cidades europeias na mesma escala dos ataques coordenados de 2008 em Mumbai, na Índia, que deixaram 173 mortos.