Última hora

Última hora

Eleições de alto risco no Quirguistão

Em leitura:

Eleições de alto risco no Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

Este domingo o Quirguistão vai a votos e passará a ser a primeira democracia parlamentar na Ásia Central.

Os analistas temem que a convivência de partidos com diferentes sensibilidades políticas no Parlamento paralise as decisões governamentais e relance a violência.

Algumas forças políticas defendem posições nacionalistas, perigosas num país marcado pelos confrontos étnicos.

Em Junho, as cidades de Osh e Jalalabad foram palco de violentos conflitos entre quirguizes e uzbeques que provocaram centenas de mortos e milhares de desalojados.

Em Abril, uma revolução popular depôs o presidente e abriu caminho à adopção de uma nova Constituição, que atribui mais poderes ao primeiro-ministro do que ao chefe de Estado.

As atenções internacionais estão viradas para a estabilização do país. Os Estados Unidos e a Rússia possuem bases militares no Quirguistão. Moscovo receia o reforço da influência norte-americana na Ásia Central.