Última hora

Última hora

França encara nova jornada de contestação

Em leitura:

França encara nova jornada de contestação

Tamanho do texto Aa Aa

Nova jornada de greve em França está marcada para a próxima terça-feira.

Os sindicatos franceses anunciaram, esta quarta-feira, nova contestação para o dia 12, ampliando o coro de críticas contra a reforma das pensões do presidente Nicolas Sarkozy.

Um dos representantes dos principais sindicatos ferroviários que inclui a rede de comboios SNCF justifica o movimento pela visibilidade que dá à luta.

“Os olhos estão postos em nós. O que significa que se não formos nós os outros vão dizer: “Bem, se os trabalhadores ferroviários não fizerem greve nós não vamos a lado nenhum”. Carregamos esta responsabilidade se não lançarmos a greve. A França tem os olhos postos em nós. Habitualmente somos nós quem mais forte defende os direitos dos trabalhadores”, disse Bruno Duchemin.

As marchas de luta a nível nacional tiveram grande adesão, no sábado, e a próxima greve dos ferroviários dá mais força ao protesto contra o aumento da idade da reforma de 60 para 62 anos. Este é um dos projecto mais significativo dos cinco anos de Governo de Sarkozy.