Última hora

Última hora

Greve de 24h na função pública da Grécia

Em leitura:

Greve de 24h na função pública da Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia volta a estar parada. Cerca de 5000 funcionários públicos gregos marcharam, esta quinta-feira, pelas ruas de Atenas.

O protesto contou com duas marchas diferentes, uma realizada pelos militantes e simpatizantes do sindicato da função pública, a outra por membros do sindicato apoiado pelo Partido Comunista.

Os manifestantes atravessaram a capital de forma pacífica tendo-se aglomerado no final à frente do edifício do parlamento.

A paralisia tem uma duração de 24 horas e está a afectar todos os organismos públicos do país, desde os hospitais, que funcionam apenas com um serviço mínimo para as urgências, até aos aeroportos, passando por ministérios, municípios, escolas, universidades.

Os voos de e para Atenas foram todos anulados durante um período de quatro anos devido à greve dos controladores aéreos.

O protesto foi convocado pelo sindicato dos funcionários públicos da Grécia para protestar contra o plano de austeridade do governo, que implica uma redução dos salários dos funcionários públicos e a subida de impostos com o objectivo de reduzir o défice orçamental e a dívida pública.