Última hora

Última hora

NATO garante que ataques a camiões não atingem a força internacional

Em leitura:

NATO garante que ataques a camiões não atingem a força internacional

Tamanho do texto Aa Aa

O décimo aniversário da guerra no Afeganistão fica marcado pelos ataques aos camiões que abastecem as forças da NATO. Mas a organização garante que tem muitos stocks em território afegão e que não está dependente da estrada paquistanesa agora encerrada, uma vez que nos últimos anos tem diversificado as rotas de abastecimento.

“As operações da ISAF no Afeganistão não deixam de se realizar por causa destes incidentes” assegura o porta-voz da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), Josef Blotz.

Nesta altura permanece a dúvida sobre quanto tempo as tropas norte-americanas vão ficar no Afeganistão.

O balanço dos dez anos de guerra não é favorável aos ocidentais, na opinião do analista afegão Harron Mir: “A avaliação global mostra que a NATO foi incapaz de derrotar os talibãs. Não só a dinâmica talibã não foi quebrada, como os talibãs expandiram o seu território e intensificaram os seus ataques contra as forças da NATO e o Governo afegão”.

O presidente afegão inaugurou, esta quinta-feira, o Conselho de Paz que vai tentar estabelecer contactos com rebeldes e encontrar soluções para pôr fim à guerra.