Última hora

Última hora

Quirguistão parte à procura de unidade

Em leitura:

Quirguistão parte à procura de unidade

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições deste domingo no Quirguistão podem criar a primeira democracia parlamentar da Ásia Central.

Mas o receio de uma nova onda de violência, depois dos conflitos étnicos de Junho está a ensombrar o país.

Na corrida às eleições estão 29 forças políticas.
Os analistas acreditam que metade poderá chegar ao Parlamento. Mas a convivência de partidos com diferentes sensibilidades políticas ameaça paralisar as decisões governamentais.

Os confrontos entre quirguizes e uzbeques provocaram cerca de 400 mortos e milhares de desalojados. E quatros meses depois, a situação no sul do país continua tensa.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa enviou para o terreno mais de 300 observadores.

Mas para os que perderam tudo nos confrontos entre quirguizes e uzbeques, a reconstrução das habitações é mais importante do que a política.

Uma mulher diz que ninguém fez nada para ajudar a reconstruir a casa. Refere que nenhum elemento do Governo interino se deslocou ao local onde se encontra para prestar qualquer tipo de ajuda.

Muitas habitações estão a ser reconstruídas graças aos fundos recolhidos pelas Organizações Não-Governamentais.