Última hora

Última hora

Franceses fazem greve amanhã pela quarta vez desde Setembro

Em leitura:

Franceses fazem greve amanhã pela quarta vez desde Setembro

Tamanho do texto Aa Aa

Para amanhã está prevista uma nova jornada de Greve em França, a quarta desde o dia 7 de Setembro.

É a reforma do sistema de pensões que leva mais uma vez os franceses para a rua.

O senado francês aprovou a passagem da idade da reforma dos sessenta para os sessenta e dois anos mas ainda há matéria em discussão.

Para muitos franceses vale a pena continuar o protesto:

“Vou levantar-me mais cedo para ir trabalhar mas é necessário apoiar os que fazem greve, é uma boa causa, estamos com eles”, diz uma francesa.

A oposição espera mobilizar tantos manifestantes quantos os que saíram à rua há 15 anos em protesto contra as reformas de Alain Juppé e mais tarde de Villepin.

“A partir do momento que há os trabalhadores dos caminhos-de-ferro que fazem greve e que do lado dos jovens se assiste a um início de mobilização, sentimos um perfume do que se passou em 1995 no momento das reformas de Alain Juppé.
E sentimos também o perfume do que se passou com o contrato de trabalho jovem, tudo isso dá-nos esperança”, diz Olivier Besancenot, líder do Novo Partido Anticapitalista.

No aeroporto de Orly, em Paris, só metade dos aviões deverá descolar. Os cortes no aeroporto Charles de Gaulle rondam os 30%.

Aos transportes aéreos, junta-se a greve dos trabalhadores das refinarias nos portos franceses.

A paralisação dura há duas semanas. Só em Marselha há cerca de 60 barcos parados.