Última hora

Última hora

Serviços secretos sob suspeita no inquérito aos atentados de Londres

Em leitura:

Serviços secretos sob suspeita no inquérito aos atentados de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça britânica iniciou hoje as audições preliminares no inquérito à acção dos serviços secretos e da polícia durante os atentados de Londres.

Cinco anos após os ataques, mais de 400 pessoas deverão testemunhar frente a uma comissão para avaliar eventuais falhas de segurança e provavelmente exigir indemnizações.

O processo que deverá durar 5 meses é marcado pela renitência dos serviços secretos e da polícia em divulgar novas imagens dos ataques.

Sobre o Mi5 recaem suspeitas de negligência, uma vez que teriam investigado por nove vezes o cabecilha do ataque, Mohammad Sidique Khan, assim como outro dos quatro bombistas.

A polícia e os serviços de emergência terão também de responder por eventuais falhas na assistência às vítimas.

O inquérito foi exigido pelos familiares das 52 vítimas mortais e dos mais de 400 feridos que se queixam da opacidade das autoridades durante a primeira investigação aos atentados.