Última hora

Hungria: voluntários tentam salvar animais

Em leitura:

Hungria: voluntários tentam salvar animais

Tamanho do texto Aa Aa

Após o desastre na Hungria, alguns voluntários tentam proteger os animais dos efeitos tóxicos da lama vermelha.

Devecser foi uma das aldeias mais afectadas. Face à aflição, muitos animais acabaram por ser abandonados.

“A lama tem um alto nível de alcalinidade com um ph de 13,7 o que pode provocar fissuras nas áreas queimadas da pele”, afirma um voluntário.

O trabalho é simples mas exige paciência e dedicação. Os animais são lavados com água e voltam a ser libertados na natureza.

O desastre ecológico da semana passada no Oeste da Hungria causou oito mortos e 150 feridos.

A lama tóxica provém de uma fábrica de alumínio. As equipas de emergência tentam agora impedir um novo acidente já que o reservatório da fábrica tem fissuras.

Ontem, a polícia húngara deteve o dono da empresa. O responsável é acusado de pôr em perigo as populações e o ambiente. O governo de Budapeste pondera a hipótese de nacionalizar a fábrica, uma instalação que data dos anos 40.