Última hora

Última hora

Parlamento belga reinicia trabalhos ainda sem governo

Em leitura:

Parlamento belga reinicia trabalhos ainda sem governo

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento da Bélgica reiniciou, esta terça-feira, os trabalhos mas o país continua em crise.

A tensão entre francófonos e flamengos cresceu e levou à dissolução do parlamento. Quatro meses depois das legislativas antecipadas a Bélgica continua a não ter um governo porque não há acordo entre flamengos e francófonos.

O jornalista De Vadder, do VRT, afirma: “do lado francófono, por exemplo os socialistas francófonos têm a convicção que devemos permanecer debaixo da tecto belga e essa é a discussão entre os dois lados. Os Socialistas acreditam que uma maior eficácia só se consegue desta forma, do lado flamengo, do NVA, acreditamos no oposto, é necessário sair do tecto belga para se ser mais eficaz.”

Por seu lado Francis Van de Woestyne, jornalista da Libre Belgique, não tem a mesma posição: “a grande questão está nas mãos da NVA. Bart de Wavre é o “clarificador”, ele tem que, acima de tudo, clarificar a sua posição a si próprio, isto é se ele quer continuar a viver num Estado federal chamado Bélgica, tendo Bruxelas como capital e que assegura a coexistência pacífica entre as 3 regiões”.

Bart De Wever, o líder dos nacionalistas flamengos, tem uma dura tarefa pela frente. O rei Alberto II encarregou-o de recomeçar as negociações de um acordo para a formação de um novo governo.