Última hora

Última hora

Prisão perpétua para agente grego

Em leitura:

Prisão perpétua para agente grego

Tamanho do texto Aa Aa

Mão pesada para o homicida de um adolescente grego, em 2008.

A justiça condenou o polícia responsável pela morte de Alexis Grigoropulos a prisão perpétua.

O colectivo de juízes considerou o agente de 39 anos culpado “de homicídio intencional” e de “uso indevido da arma”.

Um outro polícia foi declarado cúmplice no crime e condenado a 10 anos de prisão. O agente já anunciou que vai recorrer.

O jovem de 15 anos, foi morto a tiro a 06 de Dezembro de 2008, depois de um desentendimento com os polícias num bairro de Atenas.

A família aplaude a decisão da justiça.

A mãe do adolescente diz estar satisfeita com a sentença que, afirma, põe fim a um processo doloroso. Adianta, que se tratou de um crime sangrento cometido sem razão, contra um jovem inocente de 15 anos.

O homicídio do jovem originou uma onda de protestos e paralisou a Grécia durante três semanas.

Muitos manifestaram-se de forma pacífica, mas alguns jovens acabaram por se envolver em confrontos com a polícia.

Várias montras de lojas foram apedrejadas e dezenas de viaturas incendiadas.