Última hora

Última hora

Venda do Liverpool decide-se no Tribunal

Em leitura:

Venda do Liverpool decide-se no Tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

A venda do Liverpool discute-se agora na Justiça. Os adeptos reuniram-se frente ao Supremo Tribunal de Londres. Querem a demissão dos actuais proprietários – os mesmos que bloquearam a venda do clube a um consórcio americano e que são acusados dos mais resultados dos ‘reds’.

“As coisas têm de mudar”, diz um adepto, que acrescenta: “Isto é mau para o Liverpool e para todo o futebol inglês. Gente desta tem de ser posta fora.”

“Esta gente”, de quem falam os adeptos, são Tom Hicks e George Gillette. Os actuais proprietários do Liverpool, querem agora que a justiça anule a venda do clube à New England Sports Ventures, que já detêm a equipa norte-americana de basebol Red Socks. Uma venda aprovada pelo conselho de administração e que os proprietários tentam impugnar.

O clube está em risco de declarar falência: tem até ao dia 15 para pagar cerca de 300 milhões de euros ao Royal Bank of Scotland.

Entretanto, Peter Lim, também está interessado na compra do Liverpool. O multimilionário de Singapura terá oferecido mais de 360 milhões de euros pelos ‘reds’, suplantando assim a oferta da New England Sports Ventures.

Se a venda inicialmente acordada não se confirmar, segundo o regulamento da federação inglesa, o clube perderá nove pontos no campeonato. Para uma equipa que conquistou seis pontos em sete jogos, a situação é grave.