Última hora

Última hora

Chile: odisseia dos mineiros é orgulho nacional

Em leitura:

Chile: odisseia dos mineiros é orgulho nacional

Tamanho do texto Aa Aa

Festa no Chile. O resgate dos 33 mineiros é motivo de alegria, alívio e orgulho nacional.

Em Copiapó, a cidade mais próxima da mina de San José, situada em pleno deserto, a população saiu à rua para celebrar.

Foram instalados ecrãs gigantes, as escolas foram fechadas e a estrada que liga a mina ao hospital foi cortada para evitar que o público impeça a circulação das ambulâncias.

A operação de salvamento foi seguida desde o início por centenas de pessoas. O primeiro resgate aconteceu pouco depois da meia-noite, hora local.

Hoje, em Santiago do Chile, os olhos continuaram virados para a televisão que transmitia em directo a chegada dos mineiros à superfície.

Para alguns, o resgate é um milagre: “O que posso dizer? Estou tão emocionada como os que estão lá. Fico muito feliz com o resultado e espero que Deus continue com eles. Eles estiveram enterrados e ressuscitaram”, diz, emocionada, uma senhora.

Cerca de dois mil jornalistas do mundo inteiro estão a acompanhar o resgate. A odisseia dos 33 homens transformou-os em heróis planetários. Mais de dois meses a viver numa galeria a quase 700 metros de profundidade é um recorde de sobrevivência que não deixou ninguém indiferente.