Última hora

Última hora

França: manifestações em todo o país marcam novo protesto contra reforma das pensões

Em leitura:

França: manifestações em todo o país marcam novo protesto contra reforma das pensões

Tamanho do texto Aa Aa

Os sindicatos reforçam o vigor do movimento contra a reforma das pensões em França, enquanto o governo fala numa contestação “em baixa”.

O país assistiu a perto de 300 manifestações numa nova jornada de mobilização nacional, a quatro dias da adopção final do projecto de lei no Senado.

O ministério do Interior diz que os protestos registaram “o mais baixo nível de participação” dos últimos meses, com 800 mil pessoas, mas as organizações sindicais contabilizam “cerca de três milhões” de manifestantes.

O líder do sindicato Force Ouvriére diz que “se o governo não se mexe, é preciso passar à etapa seguinte. O executivo é responsável pelo bloqueio”.

Os sindicatos contabilizaram mais de 300 mil manifestantes em Paris e 180 mil só em Marselha.

A vaga de contestação atingiu uma participação recorde na passada terça-feira, com as autoridades a contabilizar um milhão e duzentos mil manifestantes, contra três milhões e meio segundo os sindicatos.

Foi também na terça-feira que o movimento estudantil aderiu ao protesto. Este sábado, observou-se um número elevado de jovens nas ruas, sem no entanto se registarem incidentes violentos como os que se produziram nas manifestações de estudantes dos últimos dias.